Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Às margens da BR 101, de Vitória para o sul, uma bela paisagem aparece vez em quando na estrada. Muito antes do município de Itapemirim já conseguimos avistar este monumento natural que é, sem dúvida, um grande símbolo do nosso estado. O Frade e a Freira. Seu ponto mais alto tem 683 metros de altitude. A formação curiosa está inserida no município do Itapemirim, mas está nos limites dos municípios de Cachoeiro de Itapemirim, Rio Novo do Sul e Vargem Alta.

É no km 402 da BR-101 que fica seu acesso. Da BR até o ponto em que conseguimos chegar de carro, a estrada de chão é obrigatória. Este nome Frade e Freira, foi dado à formação por conta de seu formato que lembra a imagem de um frade e uma freira como se estivessem um de frente para o outro. Por conta disso surgiu uma

Hoje vamos falar da nossa prática conhecida no Brasil como rapel, a denominação deste esporte vem do verbo francês rappeler que significa chamar, recuperar, explorar. Entre os praticantes há uma versão popular de nomenclatura: “rapelar”, com o significado de escorregar corda abaixo seguro por um cinto de segurança apropriado e uma peça de freio. Ou seja, o rapel é uma técnica de descida de cachoeiras, cascatas, precipícios, prédios, pontes, morros, penhascos, paredões, viadutos, cavernas e onde tem que usar cordas para chegar no destino.

Para praticar rapel é necessário ser conhecedor de técnicas de montanhismo além de ter experiência com o manuseio de equipamentos básicos de escalada como cadeirinha, mosquetões, freio oito, corda, ancoragens, técnicas de resgates em alturas entre outras técnicas e equipamentos. Há ainda os equipamentos de segurança, como luvas e capacete que também não são de menor importância. Apesar de sua prática

RAPEL E AVENTURA

Este maciço fica localizado próximo ao centro de Vila Velha, ao lado do Convento da Penha e da Terceira Ponte, cartões postais da cidade. Com sua vista privilegiada e localização estratégica, o Morro do Moreno guarda muitas histórias além de ser hoje um excelente local para a prática de esportes de aventura e contato com a natureza. As práticas mais famosas por ali são os voos de parapente, a escalada, rapel, mountain bike e as clássicas caminhadas de subida ao morro. O Morro do Moreno está debruçado sobre o Oceano Atlântico, entre a Praia da Costa e a Terceira Ponte e de lá, temos uma vista total, 360º, podendo avistar Vila Velha, Vitória e parte de Cariacica e Serra.E a nossa prática no Morro do Moreno e o rapel. Nossa aventura começa com uma subida feita pela trilha Sul do Morro do Moreno. A entrada para trilha

Setor Testa

O Morro do Moreno tanto visto de Vitória ou da Rodovia do Sol se parece com uma macaca gravida deitada e se divide em três setores Testa da Macaca, Boca da Macaca e Barriga da Macaca.Nossa aventura começa no pé do Morro do Moreno no acesso sul, partimos pela estrada de acesso ao topo do Morro do Moreno, no terceiro cotovelo fica a entrada ao topo conhecido como “Testa da Macaca”, temos uma visão panorâmica de Vitória e Vila Velha, com um visual da Terceira Ponte, Convento da Penha e da Baia de Vitoria a trilha e de nível baixo não exige muito esforço físico.No local existe três vias de rapel a primeira que fica ao lado direito e muito usada pelos escaladores a segunda que fica ao meio e feito um rapel todo positivo e a terceira do lado esquerdo onde será feito nosso rapel