CACHOEIRA DE MATILDE

MATILDE

matilde blogO bucólico e pacato distrito de Matilde, em Alfredo Chaves, foi fundado por italianos em 1884. Os colonos chamavam o vilarejo de terço, que significava a terceira parada. Plantavam feijão, milho, e café. Transformado em distrito em 1919, está dividido até hoje em três partes – Matilde Velha, Matilde Nova e Matilde. O vilarejo leva este nome porque o engenheiro inglês, Carlos Bloomer Reever, nascido em 1867, responsável pelas obras da Estrada de Ferro Sul do Espírito Santo (Leopoldina), decidiu homenagear sua esposa emprestando seu nome ao povoado.Matilde1Seguindo a tradição dos colonos italianos, Matilde mantém traços bem comunitários. Até o final da década de 50 foi um povoado com significativo centro comercial, estimulado pela ferrovia e rico em café. Ainda restam casarões que abrigam grandes armazéns. Em 1950 chegou a tentar sua emancipação de Alfredo Chaves. Nos anos 60 começou a decair, com a política nacional de erradicação dos cafezais. Hoje o distrito é formado basicamente por pequenos proprietários rurais. A agricultura está mais diversificada, com a introdução da cultura da banana e a olericultura. O sistema de mutirão prevalece, organizado pela Associação Comunitária.Matilde2Venha desbravar este pedacinho de Alfredo Chaves, venha se aventurar em um alucinante rapel na cachoeira Engenheiro Reeve conhecida popularmente como cachoeira de Matilde uma da mais bela do Estado, com 47 metros de queda livre. Forma um dos principais cartões postais do município, é cercada por matas e a sua frente forma-se um dos mais belos vales da região, o vale de Santa Maria Madalena. A cachoeira tem aceso facilitado com rampas e escada suave e ao final um mirante que dar para ver toda a beleza da queda D’água. O rapel e feito ao lado da grande queda d’água em uma descida de uns 37 metros com maior parte em negativo.Matilde3Depois da adrenalina do rapel, partimos para a Estação Ferroviária de Mathilde, construída no início do século XX, durante a ligação das cidades de Cachoeiro do Itapemirim e Vitória. Hoje funciona como centro cultural histórico e turístico do município, na estação também funciona uma cafetaria. Próximo cerca de 1400 metros, seguindo a linha férrea chegamos ao Túnel de Matilde, antiga construção com 65 degraus construído para amortecer o fluxo das águas do rio que passa por baixo da ferrovia, uma decida dentro do túnel todo escuro sentindo a correnteza das águas no seu pé e ao final uma pequena piscina natural, uma maravilha.  Venha conhecer as maravilhas de Alfredo Chaves com Rapeleiros Capixabas e boa aventura.Matilde4
Compartilhar no:

Deixe um comentário